Seguidores

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Coluna de Renato Follador: Por que o velho é tão importante?

O que significa ser velho?

Na minha opinião, é ser mais alma que matéria, é a serenidade da experiência, a sabedoria conquistada. É a calma dos que conhecem o ritmo da vida, a visão dos que já viram quase tudo, um crepúsculo em paz.
Velho é um status conquistado a ser reverenciado.
Vejo inúmeras virtudes na velhice e acho que, quando ela chegar, devemos aceitá-la agradecidos, mas para ela criar objetivos. Sim, porque, mesmo velhos, ainda há muito caminho a ser percorrido e a viagem é melhor quando nos sentimos úteis.
Tenha, portanto, orgulho de ser velho e pena dos que ainda não conseguem admirar a velhice.
Agora, por que o velho é tão discriminado?
Simples: num país, até pouco tempo, com uma imensa maioria jovem, a minoria velha era uma exceção e não a regra.
O culto ao corpo, a busca da juventude prolongada através de cirurgias plásticas, a propaganda mostrando só jovens saudáveis confirmam o modelo.
Mas isso está mudando. Proporcionalmente os idosos estão aumentando. Hoje são quase 15% da população. Um novo e imenso mercado consumidor, ainda não percebido por um país que envelhece, mas não amadurece.

Nenhum comentário:

Postar um comentário