Buemba! Buemba! Macaco Simão Urgente! O esculhambador-geral da República!

É hoje! Carnaval! A Grande Festa da Esculhambação Nacional! Como diz aquele bloco do Rio: Tá Tudo Certo Pra Dar Merda! Rarará!
E de hoje em diante É Proibido Pensar. E hoje em Brasília sai a banda da Petrobras: a BANDA LHEIRA! Rarará!
E um amigo vai se fantasiar de Cantareira: pelado e com o volume morto! Rarará!
E o humorista Marcius Melhem diz que puxador de escola de samba pensa que a gente é surdo: "Portela, o dia clareou, CLA-RE-OU!". "Mangueira, mostra a tua raça, A T-U-AAA RAAA-ÇA!" E "lá vou eu, E LÁ VO-U EEE-UUUU". Rarará!
E um amigo vai passar o Carnaval no retiro: retiro e ponho, retiro e ponho. E um outro vai passar num retiro espiritual: "Deixo a alma no retiro e levo o corpo pro litoral". Rarará!
E eu vou passar o Carnaval em Cuba! De tanto que gritaram este ano "Vai Pra Cuba", eu vou pra Cuba! Antes do McDonald's! Antes do American Express e do MasterCard! Rarará!
E, pelo jeito, junto com o FHC: "Yoani Sánchez: FHC vai visitar Cuba em fevereiro". Rarará!
E esta: "Cuba receberá voos de Nova York em março". Cuba acaba em março! Rarará!
E esta: "Netflix anuncia que estreia em Cuba". Oba! O Fidel vai amar, El Coma Andante!
E o chargista Cicero mostra a aposentadoria do Fidel: "Com um balde de pipoca assistindo à Netflix". Aliás, o IML de Havana diz que o Fidel tá passando muito bem. Rarará.
E eu vou fazer o tour Beyoncê! Beyoncê foi comemorar o aniversário de casamento em Havana no ano passado.
E os senadores republicanos mandaram perguntar se ela tinha autorização. Resposta da Beyoncê: "O dinheiro é meu e eu vou pra onde quiser". Rarará!
E eu: mojito e salsa, mojito e praia! Eu não vou trazer nem médico nem mecânico cubano, eu vou trazer um barman cubano. Rarará!
Eu vou "desembargar" em Cuba! "O Brasil já lançou foguete/ Quero ver Cuba balançar/ Balança Cubalança/ Quero ver cubalançar!" Rarará!
Nóis sofre, mas nóis goza! Que eu vou pingar o meu colírio alucinógeno. Em Cuba! 
josé simão
José Simão começou a cursar direito na USP em 1969, mas logo desistiu. Foi para Londres, onde fez alguns bicos para a BBC. Entrou na Folha em 1987 e mantém uma coluna que considera um telejornal humorístico.

Comentários

Postagens mais visitadas