Kaká será o jogador mais bem pago da liga americana

Meia brasileiro receberá cerca de 17,6 milhões de reais no Orlando City

Kaká, 32 anos, será a principal estrela da Major League Soccer na estreia do Orlando City em 2015
Kaká, 32 anos, será a principal estrela da Major League Soccer na estreia do Orlando City em 2015(Divulgação/Orlando City /VEJA)
Kaká ainda não pisou no estádio Citrus Bowl, onde o Orlando City vai mandar seus jogos na temporada 2015 da Major League Soccer - o estádio da equipe estreante na liga começa a ser construído no mês que vem e fica pronto para a temporada 2016. Mas o meia de 32 anos já conseguiu seu primeiro título na terra de Tio Sam: vai ser o jogador mais bem pago na história da maior liga americana, com salário de 7,167 milhões de dólares na próxima temporada (de 17,6 milhões de reais) - cerca de 700.000 dólares a mais que David Beckham em sua primeira temporada no Los Angeles Galaxy em 2007.  O artilheiro da MLS nesta temporada é o inglês de 29 anos Bradley Wright-Phillips, do Red Bulls, com 24 gols, e salário total no ano de 372.500 dólares.
O meia do São Paulo vai estrear na MLS junto com o time, de propriedade do também brasileiro Flavio Augusto da Silva, com planejamento de se tornar um dos maiores do torneio nos próximos três anos, tempo do contrato de Kaká. Na liga americana, cada clube tem pouco mais de 3 milhões de dólares para pagar todos os jogadores na próxima temporada, mas pode contratar até três atletas com salários fora do borderô, chamados de “designated players”, ou DP, geralmente estrelas do futebol mundial que atraem público, imprensa e impulsionam e divulgam o nome de seus times, como ferramentas de marketing. Os salários foram divulgados pelo sindicato dos jogadores da MLS e incluem a premiação prevista em contrato. O inglês Frank Lampard do também estreante na MLS em 2015 New York City FC não entrou na lista e seu companheiro de equipe, o espanhol David Villa, aparece estranhamente com salário de 60.000 dólares na temporada - provavelmente é o primeiro número que o sindicato conseguiu, porque seu contrato deve ter muitas variáveis. O Orlando City e o NY FC ainda estão contratando e não têm a relação final de jogadores.

Comentários

Postagens mais visitadas