Marina quer Lula e FHC aliados ao seu governo, diz Giannetti

Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, Eduardo Giannetti afirmou que Marina conversará com adversários para compor equipe caso seja eleita.

 Eduardo Giannetti da Fonseca, conselheiro econômico da nova candidata do PSB Marina Silva, afirmou em entrevista ao jornal Folha de São Pauloque ela procurará pessoas do PT e do PSDB para formar a equipe de governo, caso vença as eleições 2014.
"Se José Sarney, Renan Calheiros e Fernando Collor vão para a oposição, com que se governa e com quem se negocia? É com Lula e FHC”, disse Giannetti, que é guru econômico de Marina desde 2010.
“Fernando Henrique tem compromisso com a estabilidade econômica, nós também. Lula tem compromisso com a inclusão social, nós também. Vamos trabalhar juntos”.
O economista está otimista com o desempenho de Marina Silva nas pesquisas eleitorais, e acredita que a candidata tem condições de derrotar Dilma Rousseff (PT) no segundo turno.
Apesar disso, Giannetti diz não ter interesse em ser o próximo ministro da Fazenda, se posicionando apenas como “conselheiro” que pode ajudar Marina a escolher a equipe de governo.
"O PSDB é um partido de muitos técnicos e pouca liderança. O PT também tem técnicos de excelente qualidade, que trabalharam no primeiro mandato de Lula, e a gente adoraria trazê-los”, afirmou Giannetti ao jornal. “Nossa ideia é governar com os melhores na política e na gestão de políticas públicas”.
Giannetti disse ainda, que a proposta da candidata para a economia brasileira é restabelecer o tripé macroeconômico: câmbio flutuante, meta de inflação e disciplina fiscal.
Além disso, o economista afirmou que os programas sociais dos governos anteriores são “intocáveis” e que um possível aumento de impostos está fora de cogitação.

Comentários

Postagens mais visitadas