Pobre porca, haja teta pra tanto leitão...,


A festa…

1 – Lembra do caso dos garçons do Senado que ganham R$ 15 mil mensais? Café pequeno! O presidente da Casa, senador Renan Calheiros (PMDB de Alagoas) tem à disposição, na residência oficial, um mordomo e dois garçons, nomeados naquela safra de atos secretos que provocou tanto escândalo (e nenhuma consequência). O mordomo ganha algo como R$ 18 mil mensais; os garçons, perto de R$ 11 mil. Renan tem a seu serviço, no Senado, mais dois garçons, que ganham um pouco menos: algo como R$ 8 mil mensais.

2 – O presidente da Câmara Municipal de São Paulo, vereador José Américo, do PT, devolveu a 55 funcionários o direito de receber mais que o salário-teto do funcionalismo: ganham até R$ 28 mil mensais. Existe também um bônus de produtividade, que varia entre R$ 1.500,00 e R$ 5.700,00 mensais. O bônus foi criado quando era presidente da Câmara o hoje senador Antônio Carlos Rodrigues, do PR, suplente da senadora Marta Suplicy. Mas é pouco, acham Suas Excelências: estuda-se a concessão do bônus de produtividade a funcionários aposentados.

Como calcular a produtividade de quem já não produz? Isso é outro problema, que os vereadores resolverão. O problema do caro leitor é só pagar a conta.
*CARLOS BRICKMANN

Comentários

Postagens mais visitadas