Consumo dos Idosos

Coluna de Renato Follador: Consumo dos Idosos

Cresce o potencial de consumo dos idosos.
Brasileiros com mais de 60 anos movimentaram R$ 500 bilhões em 2015. Sabem a que isso equivale? Ao PIB da Irlanda.
Esse consumo é 50% maior que há cinco anos.
São 25 milhões de pessoas, das quais 8 milhões ainda estão no mercado de trabalho, com ou sem carteira assinada.
Apesar desse potencial de consumo, o varejo ainda dá pouca atenção à chamada terceira idade.
Vocês já perceberam, ouvintes, que as revistas e propagandas na TV só mostram gente jovem e bonita? Que raramente há idosos em campanhas de marketing?
Pois isso é uma burrice do comércio brasileiro, que não se preocupa com o mercado que mais cresce. E que se trata de um movimento irreversível, pois alguém imagina que haverá controle sobre a queda da taxa de natalidade e do aumento da longevidade? É, são esses os fatores que, combinados, provocam o envelhecimento de uma população.
Olha, idoso tem gostos e preferências diferentes do jovem. Quem primeiro se dedicar a estudar hábitos e tendências da terceira idade- algo absolutamente normal na Europa há décadas- vai ganhar muito dinheiro e fazer a alegria de muitos velhinhos por aqui.
Afinal, dinheiro não tem sexo nem idade.

Comentários

Postagens mais visitadas