STF chancela projeto de poder do PT no país das soluções agravantes

Lewandowski cumpre sua função


dilma_e_lewandowski
Escrevi aqui em maio:
“A esquerda do PT e do PSOL é assim: o problema são as doações ilegais para campanhas eleitorais, ela quer proibir as doações legais; o problema são as armas ilegais nas mãos dos bandidos, ela quer proibir as armas legais nas mãos da população civil; o problema é o sistema prisional falho, ela quer deixar os bandidos soltos!” É o “país das soluções agravantes”.
Hoje, o STF oficializou a primeira delas.
Por 8 votos a 3 (Teori Zavascki, Gilmar Mendes e Celso de Mello), fez a vontade do PT ao considerar inconstitucional a possibilidade de empresas fazerem doações a candidatos e partidos.
A ação foi movida pela OAB petista em 2013, quando o petrolão ainda não havia sido desvendado, de modo que, para se perpetuar no poder, o PT queria que o aceso ao dinheiro privado para campanhas fosse seu monopólio, eliminando assim todas as chances da oposição.
O “argumento” – que naturalmente faz sucesso com a militância anticapitalista bocó – era que o poder econômico desequilibra a disputa eleitoral.
Desequilíbrio eleitoral, obviamente, não vem da doação privada, mas da doação ilegal e do roubo de dinheiro público pelo ParTido que detém a máquina administrativa federal, além dos aparelhos de natureza sindical.
A decisão do STF incentiva o caixa dois, já que as empresas com interesses específicos no governo a ser eleito terão de recorrer a contas paralelas dos candidatos em repasses clandestinos; abre caminho para o maior ParTido na Câmara (PT, com 69 deputados federais) ganhar a maior fatia do dinheiro público; e chancela assim o projeto de poder petista.
Isto deveria servir ao menos de incentivo à oposição para acelerar o processo de impeachment de Dilma Rousseff e a subsequente desratização antipetista no Estado brasileiro.
O maior problema é que Dilma recorrerá a este mesmo STF do presidente e seu companheiro de reuniões secretas Ricardo Lewandowski se o processo for aberto.
Essa gente nunca se cansa de apresentar soluções que agravam a agonia do Brasil.

Comentários

Postagens mais visitadas