Roda Viva Internacional

Hoje, às 11 da noite: na estreia do Roda Viva Internacional, a venezuelana Lilian Tintori, mulher do líder oposicionista Leopoldo López, mostra a cara de um regime que prende e mata adversários

28-04-2015-EnOriente-___-__-00000007-1
Gravada em 6 de maio, a entrevista inédita com a ativista venezuelana Lilian Tintori será apresentada nesta quinta-feira, 18 de junho, a partir das 23h, na estreia do Roda Viva Internacional. Casada com o líder oposicionista Leopoldo López, preso há mais de um ano sem julgamento nem acusação formal, ela esteve no Brasil em companhia de Mitzy Capriles, mulher de Antonio Ledezma, o prefeito de Caracas também encarcerado ilegalmente por ordem do presidente Nicolás Maduro.
No dia em que concedeu a entrevista, Lilian ainda acreditava que ambas seriam recebidas por Dilma Rousseff, a quem haviam encaminhado semanas antes um pedido de audiência. O Palácio do Planalto nem se deu ao trabalho de formular alguma resposta. De novo, os parteiros da política externa da canalhice recorreram ao silêncio para manter as portas fechadas a adversários do regime bolivariano.
Na conversa que vai ao ar hoje à noite, a entrevistada reiterou que gestões diplomáticas do Itamaraty certamente induziriam Nicolás Maduro e demais herdeiros de Hugo Chávez a tratarem opositores com menos brutalidade. Lilian Tintori descreveu também com tocante sinceridade tanto seus aflitivos problemas pessoais quanto o drama de um país em acelerada decomposição política, social e econômica.
Com o mesmo formato do Roda Viva de segunda-feira e legendas em português, o novo programa quinzenal da TV Cultura será apresentado a partir das 11 da noite de quinta-feira. A largada não poderia ser mais oportuna e vigorosa: uma hora e meia com Lilian Tintori 

Comentários

Postagens mais visitadas