Gigantes do setor automotivo lançam aplicativos para estimular aluguel dos carros

Montadoras Ford, General Motors e BMW correm para não perder relevância na era de aplicativos, como Uber e BlaBlaCar

Logomarca da BMW em carro da montadora alemã
BMW permitirá que compradores do Mini optem por alugá-lo por meio do DriveNow(Christof Stache/AFP/VEJA)
Três das maiores montadoras de automóveis do planeta decidiram aderir ao compartilhamento de veículos enquanto a indústria corre para manter a relevância - e as receitas - na era de aplicativos, como o Uber e BlaBlaCar. Nesta semana, Ford, General Motors e BMW anunciaram esquemas semelhantes - cada uma delas se definiu como a primeira companhia a permitir que proprietários de automóveis ganhem dinheiro ao alugar veículos novos para outros motoristas.
De acordo com reportagem do jornal britâncio Financial Times, os anúncios são parte das tentativas de sistemas estabelecidos para responder à mudança nos gostos da chamada geração milênio.
A partir do ano que vem, a BMW permitirá que compradores do Mini optem por alugá-lo por meio do DriveNow, operado pela montadora. A opção estará disponível nos Estados Unidos e, posteriormente, em cidades onde o DriveNow opera, como Londres.
A Opel, marca europeia da GM, permitirá que motoristas aluguem seus carros por meio de um aplicativo especial. A Ford também lançou um esquema piloto com prazo de seis meses para permitir que 12 mil compradores de Londres que adquiriram carros financiados por sua divisão financeira aluguem seus veículos por meio do easyCar Club, plataforma de compartilhamento online. O projeto piloto será estendido a seis cidades nos EUA.
(Da radação)

Comentários

Postagens mais visitadas