Paul McCartney com blueseiros das antigas...,

A síntese foi feita como que por acaso, no delta do rio Mississipi. A escravidão da lei já não existia, restava a escravidão da alma para os velhos negros e seus descendentes nas periferias da sociedade de consumo dos Estados Unidos do pós-II-guerra.
Esse foi o caldeirão de cultura que gestou o blues, traduzindo lágrimas em acordes brutos de cordas empoeiradas em surrados violões.
É aí que estão as raízes da maior força contra-cultural do século XX, o rock n’ roll, transformando rebeldia e ousadia em inspiração e estilo de vida para os jovens de classe média, ou pelo menos uma parte a resistir aos comandos e desmandos do sistema capitalista sem questionar.
Pois nesse começo de semana o mundo te oforece a oportunidade de mergulhar de cabeça e curtir 29 minutos dessa história.
Paul McCartney publicou no youtube o out-take das gravações do seu novo vidoclipe, Early Days. São cenas de uma jam com grandes bluesmen como Roy Gaines, Al Williams, Dale Atkins, Henree Harris, Motown Maurice e Lil Poochie, além do ator Johnny Depp.
Peraí… Johnny Depp? Explica aí, Paul:
“I happened to ring Johnny Depp…I said, ‘Come along and we’ll sit around and jam with these blues guys.’ He said, ‘Yeah, OK, count me in, man.’ I knew it was an offer he couldn’t refuse.”
Viaje abaixo nessa inspirada sequência:
Ah! aproveite para ver o clipe de Early Days, do disco New de Paul. O clipe foi patrocinado pela Mircosoft:
YouTube Video Preview
O material é parte de um filme documentando a produção do disco New, com lançamento futuro.

Comentários

Postagens mais visitadas