Socuerro! Começou o debatédio!

Buemba! Buemba! Macaco Simão Urgente! O esculhambador-geral da República! Direto do G1Amazonas: "Índios reclamam do sinal da TIM e das dificuldades de subir no açaizeiro para conseguir sinal".
Índio não quer apito! Índio quer sinal da TIM! Índio e todos os caras-pálidas querem um sinal da TIM.
E corre na internet o desabafo da Dercy direto do céu: "Já encheu esse troço de balde d'água na cabeça. Por que agora não enfia o esguicho da mangueira no fiofó?".
Desafio da Mangueira! Esse é o novo desafio: o desafio da mangueira! Rarará!
E atenção! Todos para o abrigo! Começaram os debates! Os debatédios!
O momento mais emocionante do debate: o Suplicy bocejou 11 vezes em meia hora! Rarará! E eu, 222 vezes em um minuto!
Eu já falei que debate é ultrapassado, tem que inventar alguma coisa mais emocionante. Eu sugiro luta no gel, porrinha e pega-vareta!
Ou então um debate pelo Twitter! Debatuiter: com apenas 140 caracteres, o candidato tem que falar sobre saúde, educação, segurança, transportes, gastrite e celulite!
E em 140 caracteres já dá pra mandar o candidato "tomar na fresa da frisa do olho do fiofó". Rarará!
Debate parece terapia de casal. "Foi você!" "Não, foi você."
E no debate em São Paulo? O Alckmin pediu um copo d'água. O que foi negado!
O Skaf é primo do Pinóquio? Nariz 3D! Plantaram um quibe frito na cara dele!
O Padilha pagou multa por continuar estacionado. Acho que vou dar um talão de zona azul pro Padilha.
E tão dizendo que o piriri do Alckmin foi causado por um croquete de rodoviária com um copão de volume morto.
O Alckmin vai ficar mais quatro anos sentado no trono! Rarará!
Temas do debate paulista: segurança e falta d'água.
E eu digo com absoluta segurança que vai faltar água. Rarará!
Moral do debatédio: de tanto debater, nada foi debatido.
Prefiro debater uma vitamina de abacate com Nescau! Prefiro me trancar no banheiro e debater uma! Rarará!
Nóis sofre, mas nóis goza!
Hoje, só amanhã!
Que eu vou pingar o meu colírio alucinógeno! 
josé simão
José Simão começou a cursar direito na USP em 1969, mas logo desistiu. Foi para Londres, onde fez alguns bicos para a BBC. Entrou na Folha em 1987 e mantém uma coluna que considera um telejornal humorístico.

    Comentários

    Postagens mais visitadas