Delirando no Plenário

14:28 \ Congresso

A voz das ruas?

Delirando no Plenário
Paulo Maluf não se conforma com a turma que ocupa espaços públicos em nome de causas e reivindicações de classe.
Embora jamais tenha tido cerimônia com a coisa pública, Maluf define assim a ação do pessoal que invadiu ontem o plenário da Câmara:
- Isso não passa de esculhambação. Quebra-quebra e invasão não ajudam em nada a democracia.
Como a democracia tem dessas coisas, Maluf pode dizer o que bem entende. E diz:
- Ninguém encarna melhor espírito das ruas, de correção na política, do que eu. Disputei mais de vinte eleições e nunca saí da luta.
Por Lauro Jardim


Comentários

Postagens mais visitadas