Seu cliente tem curso superior?


Julgamento avança
Com a onda de condenações anunciada no julgamento do mensalão, as penas de prisão dominaram as rodas de conversa no plenário do STF pouco antes do início da sessão de hoje.
Um dos exemplos foi o de Arnaldo Malheiros Filho, advogado de Delúbio Soares. Ao entrar no plenário foi questionado por jornalistas se seu cliente possuía curso superior. A reposta foi positiva.
Malheiros, no entanto, disse acreditar na possibilidade de seu cliente ser inocentado e lembrou que, com a condenação final dada pelo STF, independentemente de curso superior, quem for condenado à prisão vai para a ala comum da cadeia, junto de todos os presos.
Ele disse que cela especial só seria possível no caso de uma prisão preventiva ou provisória, não em condenações definitivas.
Por Lauro Jardim

Comentários

Postagens mais visitadas